Calendário PIS 2017

O PIS é um dos benefícios mais esperados durante o ano pelos trabalhadores. Também conhecido como Abono Salarial, fica disponível para aqueles que cumpriram vínculo empregatício e realizado alguma atividade trabalhista por pelo menos 30 dias no ano anterior ao vigente. O pagamento é feito pela Caixa Econômica Federal de acordo com o Calendário do Pis, que normalmente é iniciado em Julho e vai até o mês de Março do ano seguinte.

Calendário PIS 2017

Anualmente a Caixa Econômica Federal em parceria com o Ministério do Trabalho divulga a TABELA PIS com as datas de pagamento. A tabela do PIS 2017-2018 ainda não foi divulgada. Confira abaixo a tabela 2016-2017 que restou a ser paga no primeiro semestre de 2017. Lembrando, para ter direito ao benefício, deve ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano de 2015.

Veja Também: Sacar Fgts retido 2017

Tabela PIS 2016-2017

TABELA PIS 2016/2017 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (ATUALIZADA)
Calendário de pagamento do PIS 2017 para agências da Caixa:
Aniversário
Pode Sacar em: Até:
Julho 28/07/2016 30/06/2017
Agosto 18/08/2016 30/06/2017
Setembro 15/09/2016 30/06/2017
Outubro 14/10/2016 30/06/2017
Novembro 21/11/2016 30/06/2017
Dezembro 15/12/2016 30/06/2017
Janeiro e Fevereiro 19/01/2017 30/06/2017
Março e Abril 16/02/2017 30/06/2017
Maio e Junho 16/03/2017 30/06/2017

Caso do beneficiário tenha conta bancária na Caixa Econômica Federal, a data do pagamento é fixa e o benefício cai automaticamente em conta. Confira a tabela:

Cai na conta de quem recebe PIS na CAIXA:
Mês de nascimento: Data em que cai:
Julho 26/07/2016
Agosto 16/08/2016
Setembro 13/09/2016
Outubro 11/10/2016
Novembro 17/11/2016
Dezembro 13/12/2016
Janeiro e Fevereiro 17/01/2017
Março e Abril 14/02/2017
Maio e Junho 14/03/2017

Tabela PIS 2017-2018

Até o presente momento não houve a divulgação da tabela do PIS 2017-2018, porém, como nos anos anteriores é tido como certo que esta seja estendida até início de 2018. Essa medida, segundo o Governo Federal, serve para reduzir a quantidade de fraudes detectadas pelo Ministério do Trabalho pelo Abono Salarial.

Quem tem direito ao PIS 2017

Embora as novas regras ainda não tenham sido definidas, as do ano anterior de acordo com concepção do benefício seguem alguns critérios:

  • O colaborador precisa ter trabalhado em regime de CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), pelo menos 5 anos cadastrado no Programa de Integração Social;
  • Precisa ter atuado legalmente em regime de CLT durante pelo menos 30 dias no anterior;
  • O seu salário não pode ultrapassar a faixa de dois salários mínimos vigentes;
  • A empresa precisa estar em dia com o MTPS (Ministério do Trabalho e Previdência Social)

Em caso de dúvidas quanto ao direito do benefício procure uma agência da Caixa com os documentos em mãos ou ligue para o canal de atendimento pelo fone 0800 726 0505.

Veja Também: Sacar Fgts retido 2017

Novas Regras PIS

Os Ministérios do trabalho junto com o governo anunciaram mudanças no programa de recebimento do benefício de 2017, na qual a tabela é estendida até o ano seguinte, como tem ocorrido nos anos anteriores.  O funcionário recebe o valor integral se sua contribuição trabalhista no ano anterior for igual a 30 dias, essa mudança pelo Governo tem como objetivo a redução dos gastos com trabalhadores que passam a maior parte do ano inativos.

Prazo para sacar o PIS 2016-2017

O MTPS (Ministério Trabalho e Previdência Social) todos os anos faz a divulgação do calendário PIS, este ano o benefício estará disponível para que os trabalhadores saquem somente até o dia 30 de junho. Essa variação das datas de pagamento ocorre de acordo com as datas de nascimento do beneficiário.

Para realizar o saque dentro das datas disponíveis basta comparecer a qualquer agencia da Caixa Econômica Federal, posto de atendimento credenciado da Caixa,  portando seu documento de identificação mais o cartão cidadão e solicitar a atendente o saque do benefício.

Veja Também: Sacar Fgts retido 2017

Fique atento: Os valores só estarão disponíveis dentro do prazo estipulado no calendário e serão perdidos caso o beneficiário não o saque.